Aguarde. Carregando informações.
CESMAC ONLINE

Para acessar a área do aluno, utilize sua matrícula e senha nos campos abaixo e clique em acessar.

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Arquitetura e Urbanismo revela patrimônio do Arquivo Público de Alagoas

Exposição das imagens mais relevantes identificadas no período.

Professores e estudantes integrantes do Projeto de Extensão “Identificando o Passado - Revelando o Patrimônio Edificado no Arquivo Público de Alagoas” realizaram uma intervenção como formar de concluir os trabalhos no local.
A iniciativa é o resultado de uma série de ações realizadas no estudo e que teve o objetivo de principal selecionar e identificar as imagens que compõem o acervo do Arquivo Público de Alagoas (APA), no que se referem ao patrimônio edificado do Estado.
De acordo com a coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo do Cesmac professora Adriana Guimarães Duarte, “o projeto foi direcionado para pesquisadores de uma forma ampla, atendendo à demanda por parte das instituições de pesquisa do Estado e também de outras federações administrativas que buscam dados sobre a história de Alagoas”, explicou.
A iniciativa foi ainda voltada para Historiadores, pesquisadores, profissionais de arquivologia e biblioteconomia, além de outros segmentos envolvidos com a preservação da memória alagoana, como estudantes e profissionais da arquitetura e urbanismo, configuram-se como a comunidade envolvida e também beneficiária do trabalho.
A pesquisa foi efetuada entre os meses de março e novembro nas dependências do APA, identificando no acervo fotográfico imagens referentes aos prédios históricos de Maceió.
O resultado culminou com uma Exposição das imagens mais relevantes identificadas no período. A equipe projetou a exposição enfatizando os festejos natalinos em formato de árvore de natal, com fotos inéditas do acervo fotográfico referente à temática, existente no APA.
O estudo foi orientado pela professora Eveline Maria de Athayde Almeida e teve a colaboração da professora Adriana Guimarães Duarte. As estudantes da graduação Manuella Cavalcanti de Mello Sampaio e Sarah Alves D’Almeida também integram o projeto.