Aguarde. Carregando informações.
CESMAC ONLINE

Para acessar a área do aluno, utilize sua matrícula e senha nos campos abaixo e clique em acessar.

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Cesmac sedia Encontro de Projetos da Universidade Solidária – UNISOL

Projeto de Extensão do Cesmac destaca renda Singeleza e o trabalho das artesãs de Paripueira.

O Centro Universitário Cesmac sediou o Encontro de Conclusão dos Coordenadores dos Projetos integrantes do Programa Universidade Solidária – UniSoldo, vencedores da 18º edição do Prêmio Santander Universidade Solidária. Participaram do momento pesquisadores das seguintes Instituições de Educação Superior: Cesmac, Ufal, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Faculdade Pitágoras (MG), Universidade Potiguar – UnP - de Mossoró (RN), Universidade Católica Dom Bosco – UCDB (MS) e Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA – Belém (PA).
O espaço aconchegante da Galeria Cesmac de Arte Fernando Lopes, recebeu os pesquisadores dos oito projetos aprovados, que estão sendo desenvolvidos há dois anos, com o encontro marcando a fase de conclusão do processo. As equipes fizeram as apresentações de cada estudo sob o olhar atento dos integrantes da UniSol.
O Cesmac participa com o “Projeto de Desenvolvimento das Mulheres Rendeiras da Singeleza no Município de Paripueira, Alagoas”, do curso de Arquitetura e Urbanismo. A pesquisa de extensão está sendo desenvolvida pela estudante do décimo período Maria Eugênia e orientada pela professora e também coordenadora da graduação Adriana Guimarães.
Segundo Maria Eugênia, todo o processo está sendo muito gratificante. “É apaixonante, não tem como ter outro sentimento em relação a esse trabalho. Pude conhecer uma realidade de mulheres que têm muita garra para fazer as coisas. São mulheres muito fortes tecendo uma renda tão delicada como a Singeleza, mostrando que esses universos caminham harmonicamente. Eu pude levar meu conhecimento de Arquitetura e Moda para contribuir com a comunidade e com uma renda, que já é considerada Patrimônio Imaterial Alagoano”, declarou.
Para a Pró-Reitora de Extensão e Ação Comunitária professora doutora Vera Romariz, esse trabalho é um dos destaques da Instituição. “Temos muitos projetos importantes e o da Singeleza com certeza é um deles. Vivenciamos a prática efetiva da extensão e de como a Universidade pode e deve contribuir com o desenvolvimento de pesquisas com benefícios à comunidade. Esse trabalho gerou independência para essas mulheres, que já detêm um saber próprio”, declarou.
O consultor voluntário da UniSol e conselheiro da AlfaSol Waldenor Barros, abriu a reunião destacando a importância do trabalho e da integração promovidas pelas equipes de pesquisadores. “Esse momento é fundamental para fortalecer todo o processo que já vem sendo feito pelos pesquisadores. Agradecemos a receptividade e empenho do Cesmac em receber o grupo para essa fase dos estudos”, declarou.
De acordo com o professor Luíz Fernando Coelho, os 19 anos de premiação reforçam a iniciativa consolidada de um projeto que visa efetivamente o desenvolvimento das comunidades. “Nós encontramos aqui no Cesmac um campo muito fértil de integração entre a universidade e a comunidade. Hoje estamos encerrando uma etapa e se configura em um momento de muito de troca de saberes e experiências”, afirmou.
 
 Programa Universidade Solidária
O UniSol tem como missão promover vivências e intercâmbio de conhecimento entre universitários e comunidades de todo o País, influindo diretamente no desenvolvimento local, no fortalecimento da pesquisa e extensão universitária* e na formação cidadã dos futuros profissionais.
O UniSol soma-se à política de extensão universitária no Brasil, em consonância com o plano nacional de extensão universitária, por meio de seus projetos que visam fomentar e apoiar tecnicamente as Instituições de Ensino Superior no cumprimento do seu papel social: na difusão, aplicação e validação do conhecimento responsável, socialmente comprometido.
As atividades do UniSol são desenvolvidas essencialmente por equipes de estudantes e professores e têm como base o conhecimento acadêmico, as vocações e as potencialidades locais, com foco prioritário em comunidades com condições socioeconômicas desfavoráveis em todo o Brasil.