Aguarde. Carregando informações.
CESMAC ONLINE

Para acessar a área do aluno, utilize sua matrícula e senha nos campos abaixo e clique em acessar.

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Estudantes do Cesmac participam de experiências em intercâmbio

O processo é realizado pelo Setor de Relações Internacionais.

“Antes eu não tinha a dimensão do quanto esse processo era importante para a jornada acadêmica. Um dos pontos importantes é a possibilidade de trocar experiência e conteúdo. Dessa forma, pude continuar o debate que eu estava fazendo aqui na faculdade sobre a temática indígena para o universo europeu. Anteriormente havia uma série de questionamentos sobre como aproveitar da melhor forma essa oportunidade”.
A declaração é da aluna do Curso de Direito do Centro Universitário Cesmac, Alexsandra Leite, que participou em Lisboa de programa de intercâmbio internacional com bolsa oferecida pela mais importante instituição universitária do Estado, através de sua Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.
No Cesmac o intercâmbio faz parte do Programa de Mobilidade Internacional, que visa à aquisição pelos alunos de graduação de novos conhecimentos e competências técnicas, culturais e linguísticas, além da vivência de novas experiências e interação com outras culturas preparando-os para serem atores relevantes na sociedade.
As experiências são diversas, como a do grupo de estudantes que chegou recentemente do intercâmbio em universidades da Espanha e de Portugal. A vivência na Europa foi possibilitada por meio do Programa de Bolsas Ibero-Americanas, de periodicidade anual objeto de um convênio entre o Cesmac e o Santander para estudo em Universidades europeias.
Na edição 2016/2017 do Programa de Bolsas Ibero-Americanas o grupo de estudantes integrado por:  Aelita Maria Lima Gomes de Oliveira - Arquitetura e Urbanismo; Alexsandra Santos Liberal Leite – Direito; Ana Katharina de Araújo Lima Soares  e Natália Borsato Oliveira - Medicina Veterinária; Helissa Mayane Nunes da Silva Oliveira e Tiago Barbosa de Nascimento – Odontologia, além de Mayra Alves Malta de Oliveira – Nutrição, participou da experiência internacional na Universidade do Porto, em Portugal, no período de fevereiro a junho de 2017.
Já a vivência do graduando do curso de Odontologia Alexandre Wanderley Alécio, foi na Universidade Miguel de Cervantes, na Espanha, de agosto de 2017 a janeiro deste ano. Aelita Oliveira, estudante de Arquitetura e Urbanismo também participante de estudos em país europeu sob a forma de intercâmbio, relatou “que a experiência foi única e que possibilitou outra visão sobre os assuntos estudados, mas com um método da Europa”.
A mãe da graduanda, que também é egressa da IES, Alzira Oliveira, fez questão de destacar a forma como o Cesmac conduziu positivamente todo o processo e deu suporte com orientação e acompanhamento do setor de Relações Internacionais, enquanto para a mãe de Alexsandra, dona Teresa Santos, a palavra que fica é gratidão. “Sou muito grata pelo Cesmac ter oportunizado uma experiência tão valiosa para a minha filha. Não me canso de repetir, que seremos sempre gratos a Instituição”.
Além desse grupo de oito alunos de diversos cursos do Cesmac que encerrou sua participação no Programa de Relações Internacionais em Lisboa e Madri, outro grupo se encontra na Europa, enquanto a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação cuida do lançamento da programação para o ano de 2018 de novos bolsistas.
Atualmente, os estudantes Mariana Cândido dos Santos e Elízia Soares Silva da Guia – Direito; Graziela da Silva Soares – Psicologia; Raquel Porto Cabús – Nutrição e Rafaela Martins Lira – Medicina e Sávio Augusto Ferreira Borges - Engenharia Civil, estão na Universidade do Porto, em Portugal. Os graduandos permanecem na experiência de fevereiro a junho de 2018. Já as estudantes Eliane Macedo Bernieri - Medicina Veterinária e Malena dos Santos Rocha - Arquitetura e Urbanismo, devem viajar no próximo semestre.
Alunos do Cesmac igualmente participam de programas em outros países. Na vigência do Programa Ciência sem Fronteiras estudantes de diversas áreas participaram de cursos em locais como Itália, Canadá, Escócia, Espanha, Alemanha, Estados Unidos, Hungria, Reino Unido, Irlanda e Portugal.
De acordo com o professor Sílvio Abreu, coordenador do setor de Relações Internacionais da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, “podemos resumir todo esse processo como crescimento e maturidade pessoal e acadêmica de forma bastante acelerada, demonstrando também o esforço da instituição em oferecer essa oportunidade aos seus alunos”.