Aguarde. Carregando informações.
CESMAC ONLINE

Para acessar a área do aluno, utilize sua matrícula e senha nos campos abaixo e clique em acessar.

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Curso de Direito Cesmac se solidariza com o Haiti

Iniciativa do Projeto “Solidare MCZ”.

A iniciativa aconteceu na manhã de hoje, 04, no auditório Íris II – Campus III Padre Teófanes e foi organizada pelos universitários dos terceiro e quarto períodos no Projeto “Solidare MCZ”, uma iniciativa dos estudantes do curso de Direito.
A atividade recebeu a visita de Valérie Kummer, integrante da Organização Humanitária Medair. A convidada, que é mestre em Ciências Sociais pela Universidade de Lausanne (Suíça) e já trabalhou no Haiti, Sudão do Sul e Madagascar, compartilhou as experiências vividas com o trabalho humanitário realizado em várias partes do mundo.
Na oportunidade, os estudantes também realizaram uma “Feira Solidária” para vender donuts e salgados, além de arrecadarem donativos como: material de limpeza e leite em pó, para serem enviados ao Mango Tree Orphanage no Haiti e ainda para o Lar das Meninas, em Maceió.
A palestra aconteceu no idioma francês e foi traduzida pelos professores Alyshia Gomes - organizadora e orientadora do Escritório EducationUSA Cesmac,  e Fernando Amorim -coordenador do curso de Direito.
A atividade também teve o apoio do Programa de Relações Internacionais (PRI), coordenado pelo professor Sílvio Abreu e integrante da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPG).
Segundo a estudante Nathalya Coutinho, integrante do Projeto “Solidare MCZ”, “a ideia foi justamente mobilizar os discentes, chamando a atenção para um olhar solidário e humanitário. Esse processo é de suma importância para uma formação cada vez mais consciente”, explicou.
De acordo com o professor Fernando Amorim, “ações desse porte fazem com que os graduandos tenham uma dimensão desse contexto humanitário relacionando a miséria que ainda vivemos no Estado de Alagoas com a realidade de países pobres e que ainda enfrentam conflitos e catástrofes naturais. Outro ponto importante é que o estudante precisar saber que pode atuar nessas organizações”, afirmou.
O coordenador destacou ainda, que a atividade deve servir para despertar o assunto em todo o Cesmac, pois o trabalho internacional engloba não apenas os profissionais do Direito, mas também Médicos, Enfermeiros, Assistentes Sociais, entre outros.
Outras informações sobre o projeto pelo e-mail: projetodireitosolidario@gmail.com.