TEXTO
TEXTO
+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

Seminário conjunto de encerramento do Pet Saúde Interprofissionalidade reúne Cesmac, Ufal e Uncisal

Encontro apresentou os resultados alcançados pelas três instituições

17/03/2021 às 16h52

O Seminário de encerramento do Pet saúde interprofissionalidade foi um evento conjunto da Secretaria Municipal de Saúde, Centro Universitário Cesmac, Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), cujo objetivo foi apresentar os resultados e aprendizados adquiridos com a realização do programa, apoiado pelo Ministério da Saúde e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que durou dois anos.
O PET Interprofissionalidade teve 183 participantes bolsistas (coordenadores, tutores, preceptores e monitores/estudantes) e destes, 61 foram do Cesmac. A mesa de abertura do evento contou com a participação do Secretário Municipal, Pedro Madeira, da assessoria nacional do PET Saúde Interprofissionalidade, Marcelo Viana e representantes das três instituições de Ensino.

A representante do Cesmac, Profa. Samara Griz – Coordenadora Adjunta de Graduação, na fala de abertura, destacou a importância do projeto na integração ensino-serviço e na relação interinstitucional, uma vez que se constituiu um projeto que integrou atores do Sistema Único de Saúde (SUS) e da academia, no âmbito local e nacional. “Foi um trabalho comprometido de docentes, profissionais do SUS e discentes, com impactos significativos na formação em saúde, sugerindo movimentos de mudanças necessárias no percurso educativo, bem como oportuniza parcerias entre as IES e a SMS Maceió”, afirmou.
Durante o Seminário as três instituições apresentaram os resultados dos projetos, destacando o alcance dos objetivos, aprendizados, desafios e perspectivas de sustentabilidade. Os resultados do Projeto PET Saúde do Cesmac foram compartilhados pela Profa. Érica Prado, do curso de Fisioterapia - representando o grupo de docentes/tutores; pela Assistente Social Ana Márcia Agra, falando em nome dos profissionais de saúde que participaram como preceptores do projeto, e da estudante do curso de Serviço Social, que expressou o sentimento do segmento monitor.

A docente Erica Prado destacou resultados ou produtos do PET como:
  • Exercício da interprofissionalidade e do trabalho colaborativo nas unidades de saúde, para aprimorar os processos de trabalho e provocar mudanças na atenção básica;
  • Mudança das estratégias de ensino dos cursos, nivelando o aprendizado para maior aproximação com as necessidades do ensino-serviço-comunidade;
  • Formação de trabalhadores do SUS direcionada para fortalecer a integralidade do cuidado;
  • Maior inserção dos estudantes e docentes na Rede SUS e com compreensão crítica do trabalho interprofissional;
  • Potencialização da comunicação e diálogo entre a gestão municipal do SUS e IES no processo de territorialização;
  • Diversos artigos publicados, dois vídeos com sistematização da experiência e um livro que está em processo de elaboração;
  • 20 profissionais de saúde capacitadas em preceptoria;
  • Vários trabalhos acadêmicos apresentados em Congressos, Mostras, Seminários e Encontros, na Rede SUS e nos espaços acadêmicos.
Na apresentação Érica, Ana Márcia e Beatriz enfatizaram ainda a importância do PET para a formação interprofissional e o trabalho em saúde, mostrando que a partir do projeto houve ampliação das práticas colaborativas na atenção primária, fortalecimento da participação social no SUS, contribuição para melhoria dos indicadores de saúde e, oportunidade para uma formação profissional transformadora e cidadã.
Para a coordenadora do PET Saúde Cesmac, Quitéria Maria Ferreira, “o PET assumiu uma importância estratégica para a Secretaria Municipal de Saúde, porque impactou no cotidiano dos serviços no SUS, com estimulo para fortalecer o trabalho em equipe, a integralidade do cuidado e as competências colaborativas. No âmbito da formação, estudantes e tutores dos onze cursos da saúde que participaram do PET, além do aprendizado e experiências compartilhadas, se constituem um grupo de multiplicadores para fomentar a perspectiva de interprofissionalidade na pesquisa, na extensão e no ensino”, conclui.
Todos os cursos da área de saúde do CESMAC participam do programa PET-Saúde/SMS: Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia e Serviço Social.