TEXTO

TEXTO

+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

  • Google Play
  • AppStore

Cesmac participa da 7ª Reunião Anual de Trabalho dos Representantes de Iniciação Científica

23/10/2018 às 10h11

O Centro Universitário Cesmac participa da 7ª Reunião Anual de Trabalho dos Representantes de Iniciação Científica e Coordenadores dos Programas de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC, PIBIC-Af, PIBITI e PIBIC-EM), realizada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), nos dias 22 e 23 de outubro do corrente ano, representado pelo Coordenador de Pesquisa Institucional, Prof. Dr. Fernando Wagner da Silva Ramos.
A pauta principal da reunião foi o aperfeiçoamento dos instrumentos de acompanhamento e avaliação dos programas institucionais de Ciências e Tecnologia, além do compartilhamento de experiências e uma maior aproximação do CNPq com as instituições participantes do programa. Atualmente, o CNPq contempla 41.680 bolsistas de iniciação científica e tecnológica, o que representa 54% do total de bolsas concedidas. Essas bolsas envolvem cerca de 380 instituições, dentre elas o CESMAC que, atualmente, concede mais de 200 bolsas que permitem a inclusão de alunos da graduação e pós-graduação, bem como alunos do ensino médio de Escolas Públicas de Alagoas, no desenvolvimento de projetos de pesquisa, com qualidade e infraestrutura, com o recebimento de bolsas de incentivo financiadas pelo próprio CESMAC e também por órgãos de fomentos como o CNPq e a Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (FAPEAL).
Segundo o Prof. Dr. Fernando Ramos, “a reunião é de grande relevância, fortalecendo a relação entre o CESMAC e o CNPq, além de nortear a implementação de novas ações a serem desenvolvidas, de forma a estimular os pesquisadores no âmbito da iniciação científica e tecnológica, realizando desenvolvimento sustentável a longo prazo".
O CESMAC pretende acelerar a entrada desses pesquisadores em programas de mestrado e doutorado, qualificando o maior número de profissionais, sobretudo egressos da IES, através das bolsas integrais oferecidas, contribuindo para a formação científica de recursos humanos e estimulando pesquisadores produtivos a despertarem sua vocação científica e a encontrar novos talentos entre estudantes de graduação, com vistas à ampliação do acesso e a integração do estudante à cultura científica.