TEXTO
TEXTO
+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

Curso de formação sobre câncer de boca para Dentistas da Rede Pública de Saúde em Alagoas

“Estratégias para Abordagem do Câncer de Boca nos Níveis Primário e Secundário de Atenção à Saúde” e “Oficina de Biópsia”

11/12/2019 às 12h44

Teve início na manhã de ontem, 10, o quarto módulo do curso de formação e capacitação sobre câncer de boca para Cirurgiões Dentistas da rede pública de Saúde do Estado de Alagoas. Iniciativa um conjunto de ações fruto de estudo desenvolvido no Mestrado Profissional Pesquisa em Saúde (MPPS) do Centro Universitário CESMAC. O curso “Estratégias para Abordagem do Câncer de Boca nos Níveis Primário e Secundário de Atenção à Saúde”, aconteceu no Hotel Hitz Lagoa da Anta.

O processo envolve também o Programa Pesquisa para o SUS (PPSUS), do Ministério da Saúde, uma iniciativa de fomento à pesquisa em saúde nas Unidades Federativas (UF), que promove o desenvolvimento científico e tecnológico, visando atender as peculiaridades e especificidades de cada estado brasileiro e contribuir para a redução das desigualdades regionais
No período da tarde, aconteceu na “Oficina de Biópsia”, também direcionada para Cirurgiões Dentistas da rede pública de Saúde do Estado de Alagoas. A aula aconteceu no Laboratório de Anatomia do Campus I – Professor Eduardo Almeida, no CESMAC.

 

Hoje, 11, o curso de formação e capacitação em “Estratégias para Abordagem do Câncer de Boca nos Níveis Primário e Secundário de Atenção à Saúde” está acontecendo também no município de Arapiraca, até às 13h, no auditório do Colégio Bom Conselho.
De acordo com a Profa. Dra. Sonia Ferreira, que coordena do Mestrado Profissional Pesquisa em Saúde (MPPS/CESMAC), a realidade da doença no Estado de Alagoas não é boa. “A situação é terrível, pois metade dos pacientes morrem em menos de dois anos do diagnóstico. 80% são diagnosticados em estágio tardio e muitos têm um segundo tumor em, no máximo, cinco anos. Então, o prognóstico é muito ruim. Por isso, temos que intensificar ações e processo de qualificação dos profissionais”, alertou.  
A atividade teve a participação da professora do MPPS e também da graduação de Odontologia Vanessa de Carla Batista dos Santos; da docente do curso de Medicina e Mestranda do MPPS Andréa Tatiana Oliveira da Silva, e ainda da professora de Odontologia Catarina Rodrigues Rosa de Oliveira. Também integrou a iniciativa os alunos da Extensão Serprobem - Extensão em Estomatologia e monitores da disciplina de PC2 do curso de odontologia.
Além da Secretaria de Estado da Saúde – Sesau, CESMAC e PPSUS, o evento ainda tem como parceiros a Secretaria Municipal de Saúde -SMS, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico -CNPq, e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas - Fapeal.