Aguarde. Carregando informações.
CESMAC ONLINE

Para acessar a área do aluno, utilize sua matrícula e senha nos campos abaixo e clique em acessar.

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Projeto Focinhos Terapeutas e Clion firmam parceria

Interação entre pacientes e cães terapêutas foi emocionante

O Focinhos Terapêutas, projeto de extensão que surgiu em 2011 no curso de Educação Física do Centro Universitário CESMAC, tem como público o atendimento a crianças portadoras da síndrome do espectro autista, com disfunção neurológica e ortopédica, idosos institucionalizados, grupos de obesos e começou dia 03/08, a trabalhar com as mulheres do grupo UPP (Unidas Pelo Peito) na Cliom, hospital oncológico onde o tratamento é humanizado e todos os detalhes são pensados para que o paciente se sinta bem.
Segundo Maja Kraguljac, coordenadora e idealizadora do projeto, os benefícios que cães de estimação trazem é muito significativo. “O Focinhos Terapeutas veio com a intenção de oferecer melhor qualidade de vida e atendimento específico aliado aos animais. Utilizar o animal como terapeuta é um estimulo", explica.
A psicóloga da Clion, Cristiane Leite, acredita que essa parceria somará para o bem-estar das mulheres que foram mastectomizadas do grupo UPP, assim como as palestras, as aulas de dança e as oficinas de artesanato, promovem uma melhor qualidade de vida e o enfrentamento do diagnóstico e do tratamento.
Fazem parte desse projeto alunos dos cursos de Medicina e Educação Física do Cesmac e 5 cães. No primeiro dia houve um processo de socialização com cerca de 12 mulheres que têm ou tiveram câncer de mama, onde foram coletados dados e o consentimento das pacientes para a realização do projeto. Ele será dividido em duas fazes: esse primeiro dia e o comparativo no final do ano de 2017, do antes e do depois das intervenções assistidas por animais (IAA). Toda primeira quinta-feira de cada mês, os cães estarão com as pacientes e voluntárias para o prosseguimento da ação.
Os pets utilizados são voluntários, os donos se propõem a voluntariar o seu animal de estimação. Eles passam pela análise de comportamento acompanhado de um veterinário e logo após, fazem um treinamento de adaptação para as atividades realizadas no projeto. Os cachorros são encaminhados para tarefas de acordo com o seu perfil, seja ele calmo ou ativo.Entre tutores, alunos e professores, cerca de 40 pessoas participam diretamente do Projeto.
A melhoria na saúde física, emocional e mental por meio dos benefícios terapêuticos das Intervenções Assistidas por Animais (IAA) e prestar com eficiência e qualidade os serviços é a visão do Projeto Focinhos Terapeutas do Centro Universitário Cesmac.
O diretor técnico da Clion, Dr. André Gomes, disse que " foi um presente, a gente preza pelo bem-estar do paciente e essa parceria certamente irá contribuir com isso". Participaram também a nutricionista Alzira Dias e a enfermeira Raquel Rodarte.