TEXTO

TEXTO

+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

  • Google Play
  • AppStore

Palestra debate “Constitucionalização do Direito de Família” com o juiz Carlos Cavalcanti

Atividade integrada entre as disciplinas dos docentes Manoel Felix e Zelinda Albuquerque

17/04/2019 às 11h52

A palestra aconteceu na disciplina de Direito Civil IV, ministrada pelo Prof. Manoel Felix, juntamente com o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ/CESMAC) e recebeu cerca de 70 participantes. O tema “Constitucionalização do Direito de Família” foi debatido pelo juiz Dr. Carlos Cavalcanti. A atividade, que foi voltada para os alunos do sexto período, turmas matutinas “A” e “B”, e ainda os do décimo período, que fazem estágio no NPJ, aconteceu no Complexo de Inovação Pedagógica, nas chamadas salas invertidas.
O objetivo da palestra foi compartilhar as experiências do juiz sobre essa temática. Durante a fala, o Dr. Carlos Cavalcanti repassou a visão como magistrado sobre a Constitucionalização do Direito de Família, com enfoque do julgador, mostrando os casos práticos das comarcadas pelas quais passou, julgamentos, audiências de conciliação, entre outros.
A atividade contou com a participação do coordenador do curso de Direito Prof. Afrânio Roberto e também do coordenador do NPJ, Prof. Marcos Joel, além de outros professores da graduação, que prestigiaram a palestra.
Ação Integrada
A atividade no Complexo de Inovação Pedagógica aconteceu de forma integrada, reunindo os professores Manoel Felix e Zelinda Albuquerque, que ministra as disciplinas de Direito Constitucional e Direito Processual Civil III.
A iniciativa foi pensada justamente pela ligação existente entre as disciplinas dos docentes. O primeiro momento foi com a palestra do juiz Dr. Carlos Cavalcanti, já que o tema também é trabalhado nos conteúdos da Profa. Zelinda Albuquerque.
A docente deu continuidade à temática com assuntos envolvendo cumprimento de sentença, por exemplo, e depois realizou um campeonato de questões, por meio de um jogo virtual. O objetivo foi revisar os assuntos da segunda avaliação, como também premiar os três primeiros lugares com pontuação, reforçando o processo de valorização do empenho discente.