TEXTO
TEXTO
+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

Abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Alagoas lota Complexo de Inovações Pedagógicas do CESMAC

Evento acontece até o dia 27 com programação envolvendo quase 40 instituições. O tema deste ano é “Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável”

22/10/2019 às 12h32

O Centro Universitário CESMAC sediou, na manhã de ontem, 21, a abertura da 16ª Semana Nacional da Ciência e Tecnologia em Alagoas. O evento segue com programação até o dia 27 deste mês e tem a participação de quase 40 instituições em todas a atividades.
O objetivo do evento é aproximar a população da ciência e tecnologia, promovendo eventos que congregam várias instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica em linguagem acessível, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da ciência.

A semana tem ainda o objetivo de aprofundar os conhecimentos sobre o tema, que este ano é “Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável”. O projeto é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, e em Alagoas é realizada pela Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação – SECTI, por meio de um Comitê Gestor, formado por 38 instituições.
A abertura em Alagoas contou com a participação do reitor do CESMAC. Dr. João Rodrigues Sampaio Filho e do vice-reitor, Prof. Dr. Douglas Apratto Tenório, além do pró-reitor de Gestão e Planejamento, João Sampaio Neto, que deram as boas vidas aos participantes, já que a semana conta com diversas atividades, que serão realizadas na Instituição.

A secretária de estado da ciência, da tecnologia e da inovação, Cecília Rocha, destacou a importância do evento e da participação de todos para uma semana de muito aprendizado... “Com a SNCT Alagoas conquistou a sétima posição no ranking nacional, sendo a segunda do Nordeste em popularização da ciência”.
Já a secretária adjunta do desenvolvimento econômico e turismo – Sedetur, Olívia Tenório, ressaltou os avanços de Alagoas no setor da tecnologia. “O Estado de Alagoas é o segundo que mais trabalha e investe em inovação aqui no Nordeste”.
Após a abertura oficial a programação seguiu com uma série de mesas-redondas. A primeira, trabalhou o tema “Base socioeconômica da conservação Biocultural”, com o professor, pesquisador e cientista Richard Ladle, que é doutor em Ecologia pela Universidade de Oxford e possui vasta experiência em conservação, biogeografia e ciência ambiental.

A segunda mesa redonda levou o tema “Integração da conservação e o bem-estar social: a experiência bem-sucedida da Amazônia”, com João Campos Silva, que tem formação em Ecologia. Outro momento tratou sobre “Quanto vale a Sociobiodiversidade? Reflexões a partir de cadeias produtivas de PANC Arbórea”, com o doutor Ciências Florestais Rafael Ricardo Vasconcelos, que também possui trabalhos relacionados a políticas ambientais, unidades de conservação e etinoecologia.
O tema da edição 2020 da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia foi anunciado ontem pelo Ministro do MCTIC, Marcos Pontes, que será: "Inteligência artificial : a nova fronteira da ciência brasileira".